Arquivo da tag: criminalidade

A culpa é de quem?

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Bicicleta roubada. A culpa é de quem? Pense nas alternativas e responda nos comentários:

  • Do filho da puta que roubou a minha bicicleta.
  • Dos pais do cara que roubou a minha bicicleta que não souberam educá-lo ou não tinham condições de tê-lo.
  • Dos políticos que excluíram o cara que roubou minha bicicleta.
  • De toda a sociedade que excluiu o cara que roubou minha bicicleta.
  • Das drogas que fazem pessoas irem à loucura.
  • Da polícia que não está cuidando da segurança dos cidadãos.
  • Minha, que não deveria ter deixado a bicicleta naquele local. Aceite o mundo do jeito que ele é.
  • Minha, que deveria ter saído mais cedo da casa da Carol. O mundo é assim.
  • Minha, que nem deveria andar de bicicleta em Itajaí. É perigoso, não há o que fazer pra mudar isso.
  • Minha, que aliás não deveria nem sair de casa, porque o mundo é assim e pronto.
  • Do meu irmão, que comprou um cadeado vagabundo.
  • Roubar bicicleta não é errado. Posse e propriedade não deveriam existir.

Às vezes eu perco a esperança de transformar as pessoas, mudar as suas mentalidades. Às vezes eu acho que eu estou tentando fazer algo por gente que não merece. Mas aí minha cabeça volta ao lugar e acho que o problema não é do cara que roubou a minha bicicleta, mas de uma porção de erros de todos nós.

A mentalidade do cara que roubou a minha bicicleta é como a minha. A minha bicicleta vale dinheiro, eu preciso de dinheiro. Eu não posso deixar que roubem minha bicicleta pelo mesmo motivo que ele roubou a minha bicicleta.

Não é por isso que eu perdôo ele. A culpa também é dele. No meu mundo utópico as pessoas não precisam de leis, mas respeitam os outros. Roubar a minha bicicleta quando eu vou voltar pra casa às 20h é um desrespeito. Ele rouba sem se preocupar comigo. Eu não faria isso, então a mentalidade dele é podre.

A mentalidade das pessoas não é culpa delas, embora nós sempre achemos e falemos que é. É culpa de quem está perto e ensina as pessoas com exemplos e com a sua própria vida. Não sei a história desse cara, mas acho difícil a culpa ser somente dele.

A minha bicicleta foi roubada por uma série de erros, uma série de problemas sociais, uma série de ações de várias pessoas que contribuíram para o mundo se tornar o que é. Como nós vamos fazer pra mudar isso? Ou é melhor se acostumar com isso e se contentar com o mundo da maneira que é?

E afinal… o que importa de quem é a culpa?