Como copiar textos da Folha e outros sites que não deixam

Alguns sites começaram a abusar de um recurso super interessante do JavaScript para acabar com uma das características mais importantes da Internet: a capacidade de copiar/colar.

O tratamento dos clipboard events (oncut, oncopy e onpaste) deveria servir para permitir que os programadores façam coisas legais quando você copia/cola um texto (por exemplo, um processador de textos online pode inserir/remover formatação), mas tenho visto cada vez mais ele ser usado para adicionar uma mensagem de copyright no final de um texto copiado, impedir usuários leigos de copiarem textos na web e evitar que se cole coisas que você copiou em formulários.

O que mais me incomoda (e que me levou a escrever esta postagem) é que, hoje, quem copia um trecho de uma reportagem da Folha (para guardar, compartilhar numa rede social ou o que quer que seja) acaba colando:

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/fsp/bla-bla-bla ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

Não é incrível (e sintomático) que o grupo que gerencia o portal mais importante da Internet no Brasil (UOL) tenha uma concepção tão atrasada da rede? Ok, não dá nem pra dizer que isso nos surpreende depois da censura da Falha e do paywall.

Sem mais delongas: isso merece ser hackeado. Neste post, proponho algumas soluções simples para você poder voltar a copiar e colar no seu navegador como sempre fez. Minha preferida, como sempre, é a última.

Solução trivial para quem usa Linux

Antes de sugerir soluções de verdade, convém observar que quem usa Linux (X11) pode copiar selecionando um texto (sem apertar Ctrl+C ou qualquer outra combinação esdrúxula de teclas) e colar apertando o botão do meio do mouse. Quando se copia/cola dessa forma, o navegador não emite os temidos eventos oncopy/onpaste (ou seja, tudo funciona normalmente).

Rodolfo Mohr também observou que você pode copiar um texto selecionando-o, clicando com a tecla direita na seleção e em “Pesquisar no Google”. Uma aba vai abrir com a pesquisa no Google e você pode copiar o texto lá. É um hack válido, embora incômodo.

Somente Firefox: usando about:config

Se você usa Firefox, pode desabilitar os clipboard events digitando, na barra de endereços, em about:config. Talvez ele diga que é perigoso e peça para você clicar num botão dizendo que sabe o que está fazendo. Pode confiar. Em seguida, procure a chave dom.event.clipboardevents.enabled e clique duas vezes nela para mudar seu valor para false. Reiniciando o navegador, o recurso copiar/colar estará funcionando normalmente (ou talvez nem precise reiniciá-lo).

Extensões (para Firefox, Chrome e Opera)

Não tem o que explicar. Simplesmente clique no nome do seu navegador e instale: Firefox, Chrome, Opera.

Editado em 01/04/2014, 22:30: A extensão que eu havia colocado para Chrome só desabilita o tratamento de eventos onpaste em formulários. Se você conhecer alguma extensão similar a do Firefox ou a do Opera, me avise pelos comentários.

Desabilitando sob demanda via JavaScript

É muito importante ter em mente que aplicações web como processadores de texto podem usar os eventos oncut/oncopy/onpaste para coisas úteis. Por isso, é desejável desabilitar esses eventos somente em sites específicos.

Não encontrei nenhuma extensão que faça isso, mas um código simples em JavaScript para recuperar o comportamento padrão dos eventos em um determinado site (testei no Firefox e no Chrome) é:

all = document.querySelectorAll("*");
fn = function(e) {
    e.stopPropagation();
    return true;
}
for (var i = 0; i < all.length; i++) {
    all[i].oncut = fn;
    all[i].oncopy = fn;
    all[i].onpaste = fn;
}

Se digitarmos isso no console (Shift+Ctrl+J), as funções copiar/colar devem voltar a funcionar.

Userscript

A solução anterior nos permite criar um userscript para desabilitar o tratamento dos eventos apenas no site da Folha:

// ==UserScript==
// @name Permite copiar textos da Folha
// @include http://*.folha.uol.com.br/*
// ==/UserScript==
 
window.onload = function() {
    all = document.querySelectorAll("*");
    fn = function(e) {
        e.stopPropagation();
        return true;
    }
    for (var i = 0; i < all.length; i++) {
        all[i].oncut = fn;
        all[i].oncopy = fn;
        all[i].onpaste = fn;
    }
}

Portanto, se você quiser copiar do site da Folha sem preocupações (e sem desabilitar os eventos em outros sites), pode instalar as extensões GreaseMonkey (Firefox) ou TamperMonkey (Chrome), e então esse userscript clicando neste link: falha.user.js.

Bookmarlet

Acho o método acima (do userscript) o melhor para copiar da Folha. No entanto, é conveniente ter um método mais genérico. Por isso, criei um bookmarklet, isso é, um pequeno script que podemos executar clicando num botão na barra de favoritos (neste caso, para restaurar o comportamento padrão das funções copiar/colar).

Aqui está ele: Restaurar copiar/colar

Para instalar, arraste esse link para sua barra de favoritos. Para usar, clique sempre que precisar copiar um texto e então copie normalmente.

Viva a Internet!

78 comentários sobre “Como copiar textos da Folha e outros sites que não deixam

  1. Descobri, intuitivamente, uma maneira bem mais simples. Permita-me complementar sua lista:
    Nas reportagens da Folha.com, pelo menos, basta selecionar o texto, ou trecho dele, e arrastar. Pode ser para um documento de texto ou até mesmo um rascunho do Gmail, por exemplo, mas basta isso: selecionar e arrastar. Simples, fácil e funciona.

    1. As soluções apresentadas no post permitem que você copie textos de forma transparente, como se a Folha fosse um site normal (e sem precisar de nenhum esforço a não ser o inicial de instalar uma extensão no seu navegador). Acho muito melhor do que precisar usar um método diferente do que você usa em todos os outros sites.

  2. Muito obrigada. Vou testá-lo em breve. Não só tomei um susto como fiquei indignada com a postura do grupo. Sou assinante da Folha e nem mesmo com o login, como prometido no texto automático, conseguia copiar os trechos da reportagem.

  3. uso o send to kindle, tanto no firefox e no chrome. Isso inclusive passa por cima dos paywall(nem precisa ter o trabalho de limpar os cookies) e mesmo que vc não mande para o kindle o texto fica copiavel, legível(no caso dos paywalls).

  4. Bela crítica, mas péssimas soluções. O comentário do colega solucionou de maneira muito mais fácil, e encontrar outras maneiras mais rápidas para tanto também nao foi tarefa difícil no Google.

  5. Aqui no meu Chrome não funcionou o USERSCRIPT nem o BOOKMARLET, de jeito nenhum. Depois de muito sofrer, consegui achar uma solução definitiva: desabilitar o JavaScript para o domínio folha.uol.com.br nas funções avançadas do Chrome. Segue o passo a passo:

    Configurações > Mostrar configurações avançadas… > Configurações de Conteúdo > JavaScript > Gerenciar exceções… > Bloquear [*.]folha.uol.com.br > Concluído!

  6. Olha, eu li essa reportagem e vi as dicas de como burlar a proibição do copia/cola da Folha.Uol. Até então não tinha precisado copiar nenhum texto de lá, até apouco… Aí eu precisei copiar um trecho de uma reportagem e como já tinha lido as dicas sabia que foge um pouco da praticidade habitual da Internet, tais alternativas.. então pensei um pouquinho “Perai, deve ter algo mais fácil.” E de fato na primeira ideia prática que tive obtive sucesso na ‘burlação’ desse procedimento da Folha. Pasmén voces.. Tudo oque voce precisa fazer é muito simples.. Apenas copia tudo oque for do seu interesse, depois com o botão direito do Mouse clica na opção “Pesquisar bla, bla, bla, bla”… ou seja todo o texto na internet. Dai, é lógico ao te redirecionar pro campo de pesquisa do Google, o texto pesquisado já não está mais bloqueado, então é só voce “Selecionar tudo” depois recortar e colar onde voce bem entender.. Muiiiito Fácil héin… #chupaFolha, hehe!! A Folha vai ter que fazer melhor que isso pra nos policiar, KKKKKKKK… Abraços galera. E tenho dito…

  7. Mais simples e fácil que isto, caso queiram testar: SELECIONE O TEXTOe cliquem em IMPRIMIR. Quando abrir a janela do texto de impressão, basta COPIAR.

    Observem que se clicarem em IMPRIMIR sem selecioná-lo, o mesmo texto de segurança irá sobrepor o conteúdo: “Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/fsp/bla-bla-bla ou as ferramentas oferecidas na página. (…)”

    Também descobri ao acaso. Boa sorte

  8. Agradeço pelas dicas sobre como copiar texto contudo, devido as minha limitações tecnicas, acabei adotando a dica do João, selecionar e arrastar…fantastico. Funcionou. abs

  9. Eu uso o Chrome… e para copiar o conteúdo, eu simplesmente seleciono o parágrafo, clico com o direito, vou em “Inspecionar Elemento”… E faço a cópia de lá….. Geralmente funciona. Abraços.

  10. amigo, muito obrigado pelas instruções. segui sua dica no firefox e consegui colar texto em um formulário num site que não me permitia fazer isso. se eu não conseguisse colar textos naquele site, eu teria de digitar todo, o que me tomaria vária horas. vc é o cara! abração

    1. Use “Salvar a página” (Control+S) e salve um arquivo.htm na sua área de trabalho.
      Daí clique com o botão direito sobre o arquivo salvo, escolhendo “Abrir com” e opte por abrir com o MS Office Word.
      Uma vez aberto com o word, selecione e cole o que quiser.

      ;)

  11. Muito obrigada! Também tinha ficado meio revoltada com o que sites como a folha fizeram, mas enfim, as dicas funcionaram perfeitamente! Muito úteis.

  12. muito obrigada à pessoa que compôs todos esses textos para mim não foram ótimos mas posso lhe dar 4 estrelas pôs não tinha o que eu procurava mas a aposto que para outras pessoas vão ser últimos.Espero um dia que você faça um texto dizendo como faço para ver 1 e mail recebido. desde já agradeço.

  13. salvou meu dia essas dicas ……
    mas foi muito mais simples que eu imaginei só pedi para inspecionar elemento e já foi tenho todo o material.
    obrigado foi de grande valia.

  14. Tiago faço um curso na LFG online e gostaria de copiar os videos mas o site da LFG não permite já procurei programas e dicas na net mas nenhuma deu certo vc pode me dar dica de algum programa que consiga quebrar a proibição e me permita copiar os videos.

  15. Particularmente uso a extensão ‘Copiar como texto simples – amaz.in/g’ do Google Chrome. Sempre funcionou, sem problemas e sem qualquer formatação. Um tiro, dois coelhos.

  16. É TÃO simples! Basta selecionar o texto que queira copiar, clicar com o botão inverso sobre a seleção e escolher a opção IMPRIMIR. Vai abrir uma janela com o texto para visualização. Basta NESTA janela selecionar novamente todo o texto que queira copiar e simplesmente COPIAR. Simples, ele vai colar normal, sem nenhum problema. (fiz isso com o site Folha, normal)

  17. Boas a todos,
    Agradeço as dicas dos colegas Caue Antonio, Luigi e Yago.
    Só não fiz o teste ainda na extensão do Firefox, mais a do Google funciona perfeitamente.
    Depois de muito procurar encontrei essa maneira simples de resolver.
    Muito Obrigado a todos.

  18. Caro Tiago,

    Eu era editor de um site de clippings. Não existia, e nem existe um serviço igual ao que eu fazia. Eu simplesmente, selecionava e separava por editoria as principais notícias dos principais jornais e revistas do Brasil e do mundo. Um achado. Dava trabalho, mas eu fazia com gosto. Permitia o acesso à informação relevante para muitas pessoas.

    Copiar e colar era a forma mais eficaz e rápida para colocar conteúdo nos meus clippings; Quando surgiu essa manobra dos sites, por exemplo, o site do jornal Valor Econômico. Solucionei de forma fácil (no meu caso eu uso o Chrome),

    Olha como é simples: eu seleciono matéria e arrasto para outra aba, onde tem um editor de e-mail (no meu caso Gmail), arrasto a seleção para outra aba e pronto. Sem problemas, lá está o texto. Se eu copiar e colar, como você bem disse, aparece aquele blablablá de Copyright.

    Obrigado pelas dicas. Forte abraço,

  19. No Chrome:
    Digite chrome://settings/ na barra de endereços e dê enter
    Clique em Mostrar configurações avançadas…
    Em Privacidade, clique em Configurações de conteúdo…
    Em JavaScript clique em Gerenciar exceções…
    Digite o site a ser desbloqueado na caixa e selecione a opção bloquear na caixa suspensa.
    Pronto. Reinicie a página e pode copiar e colar a vontade.
    Créditos: https://www.youtube.com/watch?v=q5kAcpYMw_I

  20. Somente Firefox: usando about:config

    Se você usa Firefox, pode desabilitar os clipboard events digitando, na barra de endereços, em about:config. Talvez ele diga que é perigoso e peça para você clicar num botão dizendo que sabe o que está fazendo. Pode confiar. Em seguida, procure a chave dom.event.clipboardevents.enabled e clique duas vezes nela para mudar seu valor para false. Reiniciando o navegador, o recurso copiar/colar estará funcionando normalmente (ou talvez nem precise reiniciá-lo).

    NÃO FUNCIONA !!!

Deixe uma resposta