Resgate de anos de história

No início de 2005, logo antes de começar o Ensino Médio, eu escrevi meu próprio sistema de blog (tipo pra concorrer com o WordPress — só que não) e comecei a blogar no endereço tableless.tiagomadeira.net. Estava empolgado com a ideia de construir uma web semântica, com XHTML e com tableless. Foi um pouco antes do “estouro” da blogosfera que veio com o ascenso do WordPress mais pro final do mesmo ano e pelos dois anos seguintes.

Desde lá e durante todo o ensino médio, eu bloguei muito. No final de 2005, o blog se transformou num WordPress e assumiu o endereço tiagomadeira.net. Além disso, no verão de 2005 para 2006 escrevi um blog-curso de algoritmos para estudar para a Olimpíada de Informática.

Um ano depois, comecei a escrever outro blog em parceria (o Mal Vicioso, com a Carol). E em 2007, passei a participar timidamente ainda de outro (o 1001 Gatos de Schrödinger, do Ibrahim).

Em 2008, quando entrei na UFSC, fiquei um ano completamente sem blogar. Foi provavelmente o meu ano mais longe da internet, devido ao estudo sério de matemática e o treinamento intensivo para a Maratona de Programação (foi nesse ano que nossa equipe se classificou para a final mundial na Suécia).

Quando vim para São Paulo, em 2009, resolvi voltar a blogar. Porém, depois de ter ficado um ano sem dar bola pro meu blog, não me senti confortável em continuar usando ele (além de que fui tentar organizá-lo e acabei perdendo conteúdo sem querer). Aí acabei criando outro no endereço blog.tiagomadeira.com.

O conteúdo do tiagomadeira.net acabou ficando jogado às traças num leiaute terrível com mais publicidade do AdSense do que conteúdo. A mesma coisa aconteceu com o blog de algoritmos, que curiosamente continuou sendo bem visitado (valeu, Google!). E os outros dois blogs (Mal Vicioso e 1001 Gatos) simplesmente morreram.

Vinha pensando há algum tempo em fazer alguma coisa para salvar o conteúdo de todos esses blogs. Até que nesse sábado resolvi botar a mão na massa e toquei esse meu projeto egocêntrico: Escrevi um novo design e exportei/importei os posts de todos os outros blogs para este novo, relendo os posts para corrigir formatação, imagens e links quebrados.

Estou inaugurando este blog com textos dos últimos oito anos, ou seja, que registram acontecimentos interessantes de mais de 1/3 do meu tempo de vida. Encontrei uma porção de coisas legais quando resgatava os posts: angústias, ideias, planos, descobertas. Definitivamente valeu a pena não permitir que isso tudo se perdesse no buraco negro da internet.

Acabei motivado a continuar escrevendo aqui para contar o que ando pensando e para que no futuro eu continue me divertindo com meus velhos projetos. Ansioso para ver se a motivação vai vingar.

2 comentários sobre “Resgate de anos de história

  1. Tiago,
    Escrever e formular é muito importante pra gente. Comunicar-mo-nos com mais e mais amplos setores. Você junta cada vez mais conhecimento técnico e científico com um belo texto e política! Isso é muito importante para o mundo real. Para o mundo que só mudará de fato a partir da totalidade.
    Saúdo-lhe pela iniciativa, camarada. Avante!

  2. Está errado isso aí no primeiro parágrafo. 2005 já é “estouro” das redes sociais, orkut 2004 no Brasil. Blogs são anteriores. 2002 já usava-se o blogger adoidado. O fato de uma parte ter ido para a plataforma mais ‘pro’ wordpress depois não muda isso no tocante aos “blogs”. A questão toda começou com a popularização e desenvolvimento das linguagens dinâmicas em detrimento do html estático… que acabou sendo chamada da tal web 2.0 lá por 2004. O PHP não era nada, e os webmasters usavam os scripts em perl no diretório de cgi-bin. Nos repósitórios de scripts PHPs, que foi lentamente se tornando preponderante, não sem antes batalhar e muito com o asp da microsoft, lembro de ter visto o wordpress como mais um script, sem nenhum atrativo a mais, nas versões iniciais, e achei o nome deles muito pretensioso.. Bom, é que misturou com a onda dos novos “gerenciadores de conteúdo” que surgiram em php na época, com interface de webadmin e promessas de facilitar a trolha toda, o primeiro a fazer sucesso o medonho php-nuke, depois post-nuke etc e tal, isso em termos de “site em geral”, porque “pedaços”de funcionalidades também tinham suas áreas admin e o surgimento dos blogs é uma derivação disso.

Deixe uma resposta