Programação Orientada a Objetos

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 12 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Estou finalmente começando a aprender orientação a objetos. É claro que o conceito eu já conhecia e até como usar “cin” e “cout” no C++, mas agora resolvi estudar a fundo a Programação Orientada a Objetos, porque vejo que ela está cada vez mais comum entre os programadores. Estou aproveitando pra aprender C++, o que pode ser bastante útil em olimpíadas, para ter strings com o tipo string, poder declarar variáveis no meio, além de programar orientado a objetos.

Hmmm… Eu estava lendo uns tutoriais de introdução a POO e agora vou tentar fazer algumas coisas em C++ e em PHP também (porque é uma linguagem que eu domino mais, fica mais fácil entender POO). Se alguém quiser estudar comigo, entre em contato (e a mesma coisa se alguém tiver uma apostila legal e está afim de ajudar).

XUL

Durante as aulas, estou estudando XUL. É uma linguagem de interface gráfica, tipo um HTML, mas que tem umas coisas bem interessantes. O único problema é que só roda em Mozilla… E também estou aumentando bastante meu conhecimento de JavaScript utilizando XUL e iniciando uma fase nova de tableless com DOM. :)

Meetweb, tableless

Semana passada eu peguei dois serviços da Meetweb. São serviços de converter um site para tableless e programá-lo em PHP usando banco de dados MySql (ou seja, minha especialidade). Por isso também, estou entrando nessa nova fase de tableless que citei no parágrafo acima.

Desvendando os segredos do C

É incrível que quando eu estudei C no início eu passei por alguns conceitos que na época eu achava complicados. Além dos operadores binários que o Paulo Matias me ensinou semana passada, ontem é que eu finalmente aprendi as funções de alocação dinâmica do C… E é tão simples! :D

Olimpíada Regional de Matemática

Ontem fiz a prova da segunda fase (final) da Olimpíada Regional (catarinense) de Matemática. Dos cinco problemas, resolvi quatro e acho que acertei três e meio. Um deles eu pensei certo, mas dei a resposta errada… Mas já que a prova era discursiva, acredito que eles dêem no mínimo metade dos 20 pontos do problema. Não sei se dá pra ganhar medalha, porque a prova tava bem fácil então mais gente deve ter ido bem.

Problemas Lógicos

Estou meio parado quanto a solução de problemas lógicos, mas estou estudando bastante para resolvê-los de forma melhor. Por enquanto, nenhum código novo. Tenho uma lista de problemas da UVa para resolver e ainda falta o último problema do capítulo 1 do USACO Training Gateway (Checkers Challenge).

2 comentários sobre “Programação Orientada a Objetos

Deixe uma resposta