Arquivo da tag: natureza

Água no pescoço

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

A ONU dobra previsão de aumento de temperatura e enquanto isso os sábios donos do mundo continuam não estando nem aí pro fim do mundo e continuam com a poluição e devastação em massa. E com os outros poderosos não é diferente.

Achava-se que quando a água chegasse na bunda as pessoas começariam a cuidar do meio ambiente, mas a água já está quase no pescoço e nada. É uma ambição incontrolável! Não entendo o sentido disso tudo, a não ser o já conhecido efeito Gollum.

Kyoto

Em qualquer lugar onde encontro uma criatura viva, encontro desejo de poder.

(Nietzsche)

Extinção humana voluntária

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

VHEMT (sigla em inglês — pronuncia-se “veemente”) é um movimento, não uma instituição. É um movimento apoiado por pessoas que se preocupam com a vida na Terra. Não somos um bando de misantropos e anti-sociáveis, ou malthusianos desajustados, que morbidamente se deliciam sempre que um desastre atinge humanos. Nada poderia estar mais longe da verdade. A extinção humana voluntária é a alternativa humanitária aos desastres humanos.

Não discorremos sobre como a raça humana mostrou ser um parasita ganancioso e amoral sobre a então saudável face deste planeta. Esse tipo de negativismo não oferece solução aos inexoráveis horrores causados pela ação humana.

Ao contrário, o Movimento apresenta uma alternativa animadora à fria exploração e à liquidação da ecologia terrrestre.

Como Voluntários veementes sabem, a prometedora alternativa à extinção de milhões de espécies de plantas e animais é a extinção voluntária de uma apenas: Homo sapiens… nós.

Cada vez que alguém decide não acresecentar outro de nós aos bilhões (que continuam a se multiplicar) já ocupando este planeta deformado, um raio de luz brilha pelas trevas.

Quando todo humano escolher parar de procriar, a biosfera terrestre poderá voltar a sua primeira glória, e todas as criaturas restantes serão livres para viver, morrer, evlouir (se é que crêem na evolução) e talvez deixarem de existir, como tantos outros “experimentos” da Mãe Natureza fizeram através dos tempos. A ecologia terrestre terá sua boa saúde restaurada… à “forma de vida” conhecida por muitos como Gaia.

Irá nos arrebatar a todos.

(extraído de VHEMT.org: O Movimento de Extinção Humana Voluntária)

A idéia do movimento é não ter filhos, porque, segundo eles, a espécie humana só contribuiu para destruir o planeta.

Por que essas pessoas querem extingüir os humanos ao invés de ter filhos e educá-los para criar pessoas melhores para o futuro do mundo? Será que o mundo não tem mais volta?