Arquivo da tag: internet explorer

Estatísticas de browsers em três sites

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 7 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Fui ver como estavam as estatísticas de uso do Internet Explorer nos meus sites com esperança de ver seu uso reduzido a ponto de eu não precisar me preocupar com ele no desenvolvimento web. Infelizmente, meus números confirmaram que a maioria da população leiga ainda utiliza o IE e, pior, uma parte considerável ainda usa a versão 6, que não é digna nem mesmo de ser chamada de navegador nos dias de hoje. Abaixo os dados:

Um site com público nem um pouco nerd

Browser stats

Quase dois terços da população (considero essa amostra aleatória) usa IE!

Meu site de Algoritmos (algoritmos.tiagomadeira.net)

Browser stats

Metade dos visitantes usa IE e metade usa coisa melhor. O site é de algoritmos, que é um objeto de estudo praticamente exclusivo de cientistas da computação. Não é uma estatística nojenta?

Este blog (um reduto?)

Browser stats

Tenho aqui a melhor estatística (o que é bem legal, porque mostra que gente inteligente ;P — independente de gostar de computação, já que a maioria de meus posts não é nerd — não usa mais IE), ainda assim 32.08% dentre meus visitantes não me permite usar HTML 5 e CSS 3 por aqui.

E quanto à versão dos Internet Explorers utilizados?

Aí os três sites apresentam resultados semelhantes. Uns 60% usam IE8, 25% IE7 e 15% IE6:

Browser stats

Browser stats

Browser stats

Ah, mas o IE 8 é bom…

É bom em relação aos outros Internet Explorers, mas é equivalente a um Firefox muito velho. Ainda está muito atrás dos novos Chrome, Firefox, Opera e Safari no suporte a HTML 5 e CSS 3, que são tecnologias que os desenvolvedores poderiam usar pra tornar a web mais rápida e bem feita. Veja esta checklist de propriedades do HTML 5 e do CSS 3 e como anda seu suporte pelos navegadores.

Além disso, é de código fechado, é mantido pela Microsoft (que é uma empresa que não é nem um pouco confiável), passa muito tempo sem atualizações por mais que sempre surjam falhas de segurança e nem se compara a um Firefox em recursos como plugins e temas.

Por fim, por tudo isso, faço um apelo: para tornar a web melhor, se você usa IE, troque de navegador. É rápido, simples, gratuito e você só tem a ganhar em segurança, velocidade, recursos e estabilidade. Recomendo meus dois preferidos, ambos de código aberto:

Demonstrações matemáticas, IE 7, Bash, GeSHi

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 12 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Ultimamente não tenho me dedicado muito a resolução de problemas lógicos utilizando algoritmos e não tenho programado em C, mas andei estudando um pouco LaTeX e demonstrando teoremas matemáticos. Quarta-feira, o professor Vavá sugeriu ao nosso grupo de estudo da Olimpíada de Matemática provar 10 teoremas da matemática (entre eles, a fórmula de Bhaskara, o Teorema de Pitágoras, Relação Fundamental da Trigonometria, etc.) e estou tentando demonstrá-los com até q.e.d. no fim… :D

Bom, já que estava estudando LaTeX e o objetivo era provar de forma clara os teoremas, acabei transformando alguns em PDF.

  • Provar que, dentre todos os retângulos de perímetro constante, o de maior área é o quadrado
  • Provar, a partir de um quadrado de lado “a”, o famoso Teorema de Pitágoras.

Atualizado em 2012: esses arquivos — area-quadrilatero.pdf e teorema-pitagoras.pdf — foram perdidos no servidor.

O Ivo me falou sobre a fórmula de Bhaskara e eu consegui provar que o produto de dois números pares é necessariamente um número par (essa é totalmente ridícula). Tem duas propriedades logaritmicas que há algum tempo eu sabia demonstrar, mas agora não lembro. E algumas outras coisas que ainda não faço idéia de como provar…

Quarta-feira, antes do encontro de matemática, minha banda (Zibian) ensaiou (foi um ensaio totalmente precário, mas fazia tempo que a gente não ensaiava).

Sexta-feira (ontem), fui num dos melhores shows da minha vida. Yamandu Costa, Paulo Moura, Armandinho (pelo amor de Deus, não é o cara do reggae) e Robertinho Silva tocaram no CIC em Florianópolis interpretando obras de Tom Jobim em homenagem aos 10 anos desde a morte desse grande compositor. Foi muito bom. Os caras tocando música instrumental de primeira com as lindas músicas do Tom.

Ontem também li sobre um artigo na página do Bruno Torres falando sobre os developers do IE 7 implementando no novo navegador (se é que aquilo é digno de ser chamado de navegador) uma engine da Gecko (do Mozilla) modificada. “Um engenheiro da microsoft, do time que está trabalhando no desenvolvimento da nova versão de seu pseudo-browser do ícone azul, afirmou extra-oficialmente que ele e seus pares estão trabalhando em uma adaptação de um engine open-source de renderização HTML e CSS, o gecko (lagartixa em português, por isso comendo mosca), usado pelos navegadores mozilla e firefox, além do Netscape.” (trecho do artigo). É uma pena que depois tenha descoberto que se tratava apenas de uma brincadeira de primeiro de abril e o nome do engenheiro era “Adrem Resworb” que ao contrário fica “Browser Merda”.

Tenho criado alguns scripts em Bash para resolver grandes problemas (é incrível a utilidade desses pequenos scripts!) e estou refazendo o QueimaCD, agora em dialog para o Sinapx (a distro que eu e um grupo de pessoas estamos desenvolvendo no SOSPHP).

Andei testando o GeSHi (é um syntax highlighter – um programinha pra deixar os códigos coloridos na página) e estou pensando em colocar aqui na página (mesmo antes de trocar de site, porque aquele novo design tava muito apagado e por isso, vou deixar a página assim mesmo até ter uma idéia melhor). É legal ele ter opções de várias linguagens e fica bonitinho… :)

Nos últimos dias, também li alguns trechos do “Algoritmos: Teoria e Prática”. Esse livro é bem complicadinho… No fim, tem 70 páginas (da 820 a 890) somente falando sobre propriedades das somatórias! Mas é totalmente bem explicado e tem muito conteúdo. Acho que foi uma ótima coisa ter comprado ele. Acho que o custo-benefício dele tá ótimo.

Hoje configurei o Slackware inteiro do Héliton via SSH (ainda bem que a internet tava boa nos dois lados), toquei um pouco de pandeiro (oO, tô quase igual o Robertinho Silva…), respondi alguma coisa em fóruns, ouvi música, assisti televisão… No fim, fiquei cheio de trabalho de escola pra fazer amanhã.

Bom… Mês que vem é a prova da OBI, o Papa morreu (90000 pessoas no Vaticano!? Alguém quer tentar calcular a densidade demográfica?), houve uma chacina totalmente cruel na Baixada Fluminense, assassinaram a Terri nos EUA… Acontece tanta coisa no mundo! :blink: