Arquivo da tag: campinas

Mude-se para o mundo virtual

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Second Life

O meu irmão foi assaltado ontem lá em Campinas. Um dia depois daqueles caras me abordarem aqui em Itajaí, um cara ameaçou espancá-lo porque ele não seguiu o meu conselho: não saia de casa. Ou saia em gangues e faça uma cara de mau pro assaltante pensar que vocês é que vão assaltá-lo.

Nós estamos vivendo num mundo absurdo. Não sei se isso só acontece no Brasil, não sei se no mundo inteiro. Dá vontade de fazer como o Rafael sugere: juntar um bom dinheiro e sair do país. Aqui no nosso país, no nosso mundo, no nosso universo… seja lá onde for, mas infelizmente no lugar onde eu estou, é impossível viver. As pessoas machucam umas as outras por dinheiro, por celulares que provavelmente serão convertidos em narcóticos, qual o sentido em tudo isso?

Como solução utópica precisamos aprender a viver dentro de casa. O Second Life parece-me um lugar bem mais tranqüilo para se estar. A saída para não sermos assaltados é construirmos todas as nossas relações no mundo virtual, porque o mundo real já está tomado e creio que os seus donos não sejam os que acessam a internet.

Aí, quem sabe daqui a uns anos, esses moleques assaltantes de hoje vão ter sumido, porque não vão ter a quem roubar até lá e com isso não sobreviverão. Aí a lei de Darwin estará a nosso favor: os mais ricos sobrevivem e não a favor deles: os mais fortes (?) sobrevivem.

Que situação ridícula. Sinto-me como se estivesse proclamando: “Burgueses de todo mundo, uni-vos!”

Curso da Seletiva IOI 2006: Primeiro Dia

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 11 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Estou hospedado na casa do meu irmão, em Campinas, desde ontem de manhã (viajei domingo a noite de ônibus). Hoje foi o primeiro dia do curso preparatório para a seletiva da IOI2006, que começou às 9h00 devagarinho.

O dia hoje serviu para “nivelar” os participantes e treinar um pouquinho a resolução de problemas. De manhã, algumas pessoas tiveram uma aula sobre estruturas de dados, grafos e o básico de programação dinâmica e outras (a maioria) resolveram três problemas da Universidade de Valladollid:

412 – Pi

EnunciadoMinha Solução

Não é um problema muito complexo, mas eu usava um algoritmo muito demorado para determinar se dois números tinham ou não um fator comum, que não passava por tempo limite excedido. Então, o Fábio Dias Moreira nos passou uma propriedade bem interessante de MDC (Máximo Divisor Comum):

mdc(x, y) = mdc(x%y, y)

(onde o % é o resto da divisão, no C)

Aí dá pra fazer uma função recursiva mdc bem rápida, que eu apliquei na minha solução.

441 – Lotto

EnunciadoMinha Solução

Esse problema nem tem muito o que comentar. Implementação de dois minutos… hehehe… Eu podia ter feito uma função recursiva pra ficar um pouco mais “decente” (e poder mudar de 6 para outro número no futuro), mas não tinha necessidade, então ficou assim mesmo (e passou de primeira no site).

543 – Goldbach’s Conjecture

EnunciadoMinha Solução

O objetivo é provar a Conjectura de Goldbach para todos os pares menores que 1000000. Meu programa ainda não roda dentro do tempo, mas depois vou continuar a adapta-lo. Eu posso, por exemplo, ir fazendo a média entre o maior possível e o menor possível (aquele “algoritmo” que usamos quando alguém fala: “Pensei num número de 1 a 100. Tente advinhar…”) ao invés desses loops, o que já vai tornar o programa mais rápido (não sei se o suficiente).

Nesse problema, o Fábio me lembrou do Crivo de Eratóstenes. Bem interessante, nunca tinha implementado. :)


Provavelmente pela primeira vez, o almoço dos participantes do curso não foi no “bandeijão”, mas sim num restaurante chique perto do IC. Achei bem legal… Além de andar menos, o ambiente é melhor e a comida também.

Durante a tarde, o Fábio nos passou o algoritmo de Longest Common Subsequence (esse eu já sabia… hehehe) e depois o algoritmo que resolve o problema Subseqüências que caiu na prova da segunda fase (esse um pouquinho mais complicado!). Esse segundo eu pretendo implementar e depois até fazer um artigo sobre…

Depois, o Fábio nos deu algumas dicas, principalmente sobre os cálculos problemáticos que o computador faz com pontos flutuantes (algo bem interessante, que eu não entendia porque acontecia). Por exemplo, quando criamos um double x=0.1 o seu valor não é 0.1, mas sim o 1/1010 (em binário) que dá uma dízima periódica! E isso não é muito agradável, pode gerar até loops infinitos… Então, ele sugeriu que criássemos uma função para comparar dois números reais, com um código como esse:

/*
USO: Substituir...
x == y <==> cmp(x, y) == 0
x != y <==> cmp(x, y) != 0
x < y <==> cmp(x, y) < 0
x ### y <==> cmp(x, y) ### y
 
O "###" é "qualquer-coisa". Hehehe...
*/
 
#include <math.h>
 
const double EPS = 1.0e-10
 
int cmp(double x, double y) {
	if (fabs(x-y)<EPS) {
		return 0;
	} else if (x>y) {
		return 1;
	} else {
		return -1;
	}
}

Foi um bom ponto de partida legal, começamos de leve. Ainda não sei sobre o quê será a aula de amanhã…

Seletiva IOI

Neste ano vão haver quatro provas para selecionar os quatro participantes que irão representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Informática em agosto, no México. As três primeiras, identificadas como “testes” no calendário da seletiva, terão apenas um problema e durarão duas horas cada uma. A última será no domingo, às 7h45min, terá três questões e durará cinco horas (pô, vou perder o comecinho do jogo de Brasil contra Austrália!). Achei legal esse método, mas como o César Kawakami disse: dessa maneira, não treinamos a estratégia, que é algo importante para a prova da IOI.


Por enquanto é só. Se der tempo, pretendo colocar um post por dia sobre o curso até o final dessa semana. :)

Curso de Programação Avançada na UNICAMP

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 12 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Hoje chega ao fim o Curso de Programação Avançada dos premiados na OBI2005 aqui na UNICAMP. Durante essa semana aprendi bastante e não tive tempo pra fóruns, e-mail e IMs. Então, se você foi um cara que “ficou no vácuo”, saiba que não foi uma coisa intencional. Mas vamos ao que interessa!

Achei muito legal o curso e vou ter coisas pra estudar até a OBI do ano que vem. Vou falar um pouco sobre a aula teórica de cada dia.

Complexidade (Prof. Ricardo Dahab)

Segunda-feira tivemos uma aula que abordou principalmente a complexidade de algoritmos. Entendi as classes e como calcular custos dos algoritmos, além de abordar algumas técnicas de backtracking e “divisão e conquista”. Durante a tarde, fizemos o problema “Ilha da Lógica”, do site da Universidade de Valadollid. Um problema simples, mas meio chato de implementar.

Grafos (Prof. David Sotelo)

Terça-feira tivemos uma aula sobre algoritmos em grafos, começando de definições básicas, algoritmos de busca e depois falando sobre alguns algoritmos como Prim e Dijkstra. Foi uma aula proveitosa a partir da metade… :) A tarde, resolvi o problema Graph Connectivity da UVA.

Programação Dinâmica (Prof. Cid C. de Souza)

Quarta-feira tivemos o que foi, na minha opinião, a melhor aula da semana. Com slides muito bem feitos, o prof. Cid conseguiu finalmente com que eu entendesse programação dinâmica e saí conhecendo algoritmos clássicos e entendendo o “esquema”. A tarde, resolvi o problema “Compromise” da UVA.

Geometria Computacional (Prof. Walter Mascarenhas)

Quinta-feira tivemos aula sobre geometria computacional. Achei complicado e não entendi nada… Depois tenho que estudar com mais calma em casa.

Grafos Avançados (Prof. Cláudio Luquesi)

Hoje tive uma aula bem legal sobre fluxos em rede em que eu aprendi o algoritmo básico e várias variações. Foi uma excelente aula.

Seletiva IOI

Ontem fiz a primeira parte da prova seletiva para a Olimpíada Internacional de Informática. Ela tinha três problemas, resolvi os três, mas para nenhum deles fiz o melhor tempo. Amanhã será feita a segunda parte e depois que sair o resultado, eu comento sobre os problemas e como resolvi.

Acho que tenho alguma chance, mas… nunca se sabe. Tudo depende de amanhã. Eu fui bem na prova de ontem e acho que se ir assim amanhã talvez consiga uma vaga na Polônia. :D

Solução dos Problemas

Resolvi vários problemas aqui e marquei vários outros para resolver. Assim que eu chegar em casa, eu posto eles no site (alguns eu já postei) e comento mais.

Resto das Férias

Amanhã, depois da Seletiva, o curso acaba e devo ir pra São Paulo amanhã mesmo ou domingo. Ficarei lá uma semana com meu irmão Bruno curtindo shows e visitando minha tia e meu primo.

Observações

A gente tá tendo aula prática em outro lugar, não no Instituto de Computação onde foi ano passado. Lá era bem melhor e tinha coisas como Mutt pra facilitar a vida. Aqui sempre que a gente dá logout é tudo deletado na nossa home e isso torna tudo muito chato. Então tô trabalhando só em SSH pro IC da Unicamp (todos têm uma senha lá também) ou pro meu site mesmo. :)

Ah, e São Paulo é tri-campeão da Libertadores! 4×0!

E mais uma coisa que eu tinha esquecido, e também aprendi aqui com um monitor: o scanf aceita ERs no primeiro argumento. :) Isso é baita útil…

Simplificando…

Aqui tá bem legal, mas não tô com tempo pra detalhar nada. :D Então, até mais. :)