Arquivo da tag: adulto

Proibido para maiores

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Pai de família
A idade determina a responsabilidade de uma pessoa?

Os adultos vivem impondo limites para menores de idade. Eles são superiores e sábios porque já passaram pela mesma fase que as crianças passaram. Parece que quando você completa 18 anos, de repente você muda por completo e abandona toda uma mentalidade para começar a ser “adulto”, uma nova fase onde você é dominado por um egoísmo e uma mentalidade de pessoas que se acham inteligentes o suficiente para poderem tomar decisões sem consultar ninguém, pessoas totalmente responsáveis por si mesmas, sem dúvidas de nada.

Você faz 18 anos e, de repente, você pode fazer várias coisas que ontem (literalmente, um dia antes do seu aniversário) você não podia: dirigir, abrir conta no banco, se casar, assistir filmes censurados, ser preso, entre muitas outras coisas. Incrível como esse dia de vida muda uma pessoa!

Virar adulto, não por esses novos direitos mas por causa da nova “responsabilidade”, é um retrocesso. Na sociedade das crianças não existem essas besteiras que existem na sociedade dos adultos e a criança pensa muito mais; a criança questiona; a criança não sabe de tudo, e sabe disso. E mais sábio é aquele que nada sabe. Sócrates (que todo mundo adora idolatrar, até quem não conhece) falou disso em 400 a.C. e os adultos ainda não aprenderam a lição!

Essa é a grande contradição. Nós dizemos que seríamos sábios se não soubéssemos de nada, mas vivemos afirmando achando que assim somos inteligentes e usando sermões prontos. Mas se acreditamos nessas coisas que falamos como por exemplo a maiêutica, é muito mais pura a criança e ela deveria ter o mesmo direito do adulto, porque assim ela poderia se criar independente do resto da sociedade, sem viver nessa hipocrisia em que todos nós vivemos.

Eu creio que a idade é uma instituição absurda. Não sei ao certo quando começaram a determinar quem você é pela sua idade, mas é tão nonsense como não deixar as mulheres terem voz na democracia ateniense. É uma forma de preconceito, e algo que rege toda a nossa vida, como se o nosso conhecimento ou a nossa mentalidade não fizessem a mínima diferença, nós devemos viver de acordo com quantos anos nós já vivemos.

O Mal Vicioso não tem distinção de idade, porque nós não gostamos de xiitas. Nós gostamos de perguntas e nós gostamos de pensar. Nós adoramos comentários e queremos fazer uma rede de discussão onde todo mundo pode falar abertamente sobre temas polêmicos como religião, sexo, drogas e a nossa sociedade; independente de sua idade e sem nenhuma idéia imutável na cabeça, sem essa responsabilidade chata de adulto de não poder errar. Eu, assim como meu colega da Terra do Nunca, vou ser criança pra sempre. Você também pode ser, mas precisa abandonar essas idéias formadas de adulto.

Se não abandonar, você há de viver eternamente sendo escravo dessa gente que cultiva a hipocrisia.