A grande imprensa começou a circular que o Marco Civil da Internet é o responsável pelo bloqueio do WhatsApp e que a CPI dos Crimes Cibernéticos quer impedir juízes de bloquear o WhatsApp.

Essa narrativa mentirosa, a um dia da votação do relatório da #CPICiber, sugere um propósito preocupante para esse bloqueio arbitrário do mensageiro mais usado no nosso país: aprovar uma legislação retrógrada para a Internet no Brasil. Sobre o relatório, recomendo:

Publicado originalmente no Facebook.

Deixe uma resposta