Como ler documentos do Scribd

Depois de ouvir esse improviso do André Mehmari sobre Odeon e Choro pro Zé, fiquei com vontade de encontrar a partitura desse belo choro do Guinga. Porém, descobri que infelizmente é extremamente difícil encontrar o songbook “A música de Guinga”.

Procurando na rede, encontrei um torrent com um PDF com qualidade ruim e um documento do Scribd com qualidade boa. O problema é que o Scribd tem um paywall para não deixar as pessoas baixarem ou lerem os documentos que seus usuários colocam lá:

free-preview

Percebi que ele passa todas as imagens corretamente para o navegador e só no lado do cliente muda a opacidade das páginas para elas ficarem semitransparentes. Então escrevi um userscript bem simples (usando jQuery por comodidade) para o Greasemonkey (uma dessas extensões indispensáveis do Firefox) para recuperar a opacidade das páginas do texto e, se necessário, remover essa mensagem “You’re reading a free preview”.

// ==UserScript==
// @name Suppress Scribd Paywall
// @include http://*.scribd.com/doc/*
// @require http://code.jquery.com/jquery-2.0.3.min.js
// ==/UserScript==
 
(function($) {
    $(document).ready(function() {
        window.setInterval(function(){$(".absimg").css("opacity", "1")}, 1000);
        $(".autogen_class_views_read_show_page_blur_promo").on("click", function(e) { $(this).hide(); });
    });
})(jQuery);

Para usar, é só instalar o Greasemonkey no Firefox e depois baixar o userscript scribd.user.js. Resultado:

choro-pro-ze

6 comentários sobre “Como ler documentos do Scribd

  1. cara, fantástico a solução… já fiz algumas dessas pra outros problemas mais simples, como pegar fotos protegidas. valeu a dica. ela serve pra várias outras coisinhas e serviços na net também eu acho..

    continue o bom trabalho… ciao!

  2. Tiago: tenho pago muitos 8 dólares e poucos ao Scribd para pegar um mero pdf, muitas vezes ruim, como resultado de um escaneamento descuidado. Melhoro o pdf, quando possível, transformo em ePub e leio no meu Kobo. Agora vou ficar livre da pilantragem. Nada como quem sabe. Obrigado.

Deixe uma resposta