Widescreen 1280×800

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Minha lógica estava correta. Estou agora a 1280×800 aqui no Gentoo, com KDE, um wallpaper lindo nessa tela CrystalBrite e continuando para os meus próximos itens da ToDO list que fará meu laptop funcionar:

  • Som – ALSA, HDAUDIO, fica dando um monte de mensagens no boot e não funciona.
  • DVD/CD – Não sei direito como eu devo fazer, vou dar uma olhada lá na parte de CD do Kernel. O CD do meu velho ze4610us já era chatinho de configurar…
  • USB – tá funcionando, só que ele não tem sda, e não tô conseguindo fazer aquelas mágicas do udev.
  • AltGr+W = ? – Xmodmap ou algo do gênero… ainda não sei como se faz. Se alguém quiser me ajudar, sinta-se a vontade. ;)
  • Webcam – Vou começar pelo Google.
  • Wireless – Vou começar pelo Google.

10 comentários sobre “Widescreen 1280×800

  1. É um longo caminho a ser percorrido. Mas já está valendo a pena, pelo aprendizado. Ou não?! xD

    Com certeza! Foi muito legal conhecer o Gentoo, usar emerge, aprender a viver com 64 bits (e graças a Deus existe o santo Gentoo que compila tudo pra você e checa as dependências já vendo as suas arquiteturas pra você não ter trabalho nenhum), usar drivers proprietários da ATI (no meu antigo laptop eu tinha uma Radeon 320 IGP M, mas usava o VESA mesmo…) e todo o resto… :-) Eu falo que estou com dor de cabeça e que isso cansa, mas eu adoro brincar disso… hehehe

  2. ahhhh um pergunta, oque vc irá fazer cm o Teobaldo hem Tiago?

    Estou tentando encontrar uma placa-mãe usada pra consertar, mas é complicado. Se não conseguir encontrar, tentarei trazer uma dos Estados Unidos em julho (minha tia vem de lá) e aí vou dar o Teobaldo pro meu irmão. :-)

    O foda é que dá pra comprar laptops nos EUA por 500 dólares… Esse conserto é absurdo!

    KDE, Tiago? E o Fluxbox?!! :P

    Esse computador abre tão rápido o KDE que pra ele KDE e Fluxbox são igualmente leves! Huhauehauheuaheua… Incrível, preciso te mostrar pessoalmente pra você acreditar.

    Mas eu tô usando KDE porque eu queria deixar ele com umas besteirinhas tipo superkaramba pra mostrar pra pessoas próximas que não acreditam que o Linux é lindo. Aí ele abriu tão rápido que fiquei nele…

  3. KDE abre rápido, mas não é motivo! Hehehe.
    Faz tempo que não o testo, mas embora eu goste mais de Qt do que de Gtk (como desenvolvedor), sempre achei o Gnome um ambiente mais agradável que o KDE. Mas é questão de gosto. Tô precisando dar uma testada no XFCE.

  4. Para resolver o problema do altgr+w, eu editei o arquivo /etc/X11/xkb/symbols/br achei a linha onde tem key ….. e adicionei logo acima uma linha com
    key { [ w, W, question, question ] }
    e xorg.conf as opcoes de teclado ficaram :
    Option “XkbModel” “abnt2”
    Option “XkbVariant” “br”

    boa sorte :)

Deixe uma resposta