O dólar vale sete reais em São José

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 11 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Quem disse que a placa-mãe nova custaria 462 dólares foi o suporte on-line da HP dos Estados Unidos. Eu deixei o laptop em São José, numa autorizada HP Brasil pra ver o que eles podiam fazer por mim. Hoje eles me mandaram um orçamento de 3.222 reais. Isso mesmo, eu não digitei errado: três mil e duzentos e vinte e dois reais para trocar minha placa-mãe. A única conclusão que eu consegui chegar é que o dólar tá valendo sete reais e eles me deram um pequeno desconto.

Vejam bem: o laptop custou US$ 950. O conserto dele é 1,5x mais caro que ele inteiro!

Com o dinheiro que eles querem, eu compro um Turion 64 X2, com o dobro de HD do meu e o dobro de memória RAM, e ainda aqui em Floripa.

Conclusão: Teobaldo condenado a morte.

Ainda não sei que laptop vou comprar e nem onde. Preciso de um laptop com todo o hardware compatível com Linux, com uma memória RAM alta e um HD grande. Coisas como processador excelente e 17 polegadas eu não necessito. Alguma sugestão?

7 comentários sobre “O dólar vale sete reais em São José

  1. Inacreditável! Acho até cara-de-pau da parte da empresa te dar um orçamento desses.
    Também estou a procura de Notebooks e os que mais me chamaram atenção pela relação de custo e benefício foram os do Fast Shop, com pacotes fechados de qualidade.
    Um grande abraço e, se caso souber algum lugar melhor, por gentileza, me avise.

  2. Na Dell dá pra configurar um Pentium M com 1GB de RAM e 80GB de HD por R$ 3574.

    É meio caro (principalmente se for considerar esse do ML), mas eu ouço MUITO bem do suporte da Dell – e parece que eles até dão uma abaixada no preço se você “chorar” um pouqinho no telefone.. ;)

    Só não sei como é a compatibilidade com Linux, mas acho que é boa.

    Se você quiser algo 100% compativel, compre um da Amazon PC, que até já vem com Linux.

  3. Mac, mac, mac! Eh unix, e pior de tudo é lindo e funciona! =) Ah e roda linux tbm pra quando vc sentir saudades =) Objetivo para o ano novo, emprego novo, projeto deslanchando e claro um macbook nem que eu passe fome =P

  4. Cara , eu fiquei babando num Notebook
    Acer Aspire AS9810
    (2.16GHz Core 2 Duo Mobile T7400, 2GB DDR2, 2x120GB, HD-DVD-ROM/DVD Writer, Windows XP Media Center, 20.1″ TFT – MPN: LXAF60J080)
    Faixa de preço: R$5.547,80 – R$6.288,81 no precomanina.com …fora impostos de importação , se grana não for teu problema ….este note é a solução.
    Só que é bem carinho …é brinquedo pra gente grande, mas duvido que não satisfaz

  5. Hm, é um preço bem abusivo, sim, mas boa parte disso vem por causa do imposto brasileiro, que muitas vezes totaliza mais do que 100% do preço do produto… :P

    Olha, eu também estou procurando um note pra mim, como eu bem disse no meu último comentário.

    Meu sonho de consumo é um Vaio VGN-SZ350BP . Excelente processador (Core 2 Duo 1.83Ghz), boa memória (1GB), bom HD (100GB 5400rpm), tela de 13.3″, muito leve. E boa bateria. O problema é o preço… 8000 reais. :P. Mas ele é muito bonito.

    Agora, pé no chão, notes de 15″ são a regra. E aí tem infinitas opções, com infinitas configurações…. O que dá pra falar é que Dell e IBM são excelentes marcas, principalmente pelo suporte. Você não ficará na mão com nenhum dos dois: A Dell fornece o famoso “Dell Complete Care”, uma espécie de garantia estendida a danos acidentais (caiu na piscina? acione o Complete Care e tenha um novo em 48h). A IBM, por sua vez, não tem programas assim, mas, em compensação, falta pouco pros ThinkPads serem à prova de balas.

    Acer é uma marca super bacana, se você conseguir comprar lá fora (ou por descaminho por aqui). A HP fica no mesmo nível, e possui a vantagem de ter filial brasileira. O problema da HP Brasil é que eles só trazem os notebooks low-end…

    O negócio é comprar note lá fora. Mesmo pagando imposto na alfândega, ele é bem menor (50% sobre o que ultrapassa a cota)… Aqui no brasil é tudo facada, devido ao imposto de importação comercial. :P

    Sobre o note aí de cima… Bom, outro que é pra se admirar é o Dell XPS 2010. http://www.dell.com/content/products/productdetails.aspx/xpsnb_m2010

    Mas notes assim não valem a pena, porque deixam de ser notes. Uma tela de 20.1″ não é facilmente transportável… hehe. Eu acho que o máximo é 17″… Ainda assim, fico com os pequeninos. :)

Deixe uma resposta