Vício

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Você já ficou viciado em algo? Do tipo que só faz uma coisa o dia inteiro?

Estou num pequeno coffe-break pra escrever que poker vicia. Não faço mais nada e não farei mais nada até sexta-feira. Poker, poker, poker… Só penso nisso agora! E depois é férias! Aí é aquela época em que a gente curte a praia, pensa um monte no auge do ócio criativo, volta pra casa e escreve um monte nos blogs da vida. Aliás, foi nessa época que eu escrevi a série sobre algoritmos que eu prometo que vou continuar desde janeiro!

Estou sem o meu brinquedo, do qual eu sou completamente dependente. Mais de 900 posts não lidos nos meus feeds e a horrível escolha entre um Duron 1.2ghz com Linux/KDE ou um Celeron 2.6ghz com Windows XP, ambos divididos com o resto da família. O laptop se machucou há uma semana. Acho que tem alguma coisa a ver com o calor insuportável que está fazendo aqui o dia todo, misturado com poeira e umidade… Ele desligou e resolveu não ligar mais, só fez um barulho estranho antes de nunca mais me dar sinal de vida.

Terá ele morrido? Deixei ele alguns dias numa loja da HP aqui de Itajaí… O cara, muito legal por sinal, conseguiu copiar os arquivos que eu precisava pra terminar meu freelance essa semana e o resto continua lá abandonado. Estou sem o meu brinquedo e sem meus arquivos. Sem minhas músicas, sem minhas fotos, sem nada… pelado! Triste, cabisbaixo, morrendo de calor, cansado… A loja aqui de Itajaí não tem peças de laptop pra isolar o problema e consertar/trocar e por isso não conseguiram chegar a nenhuma conclusão. Preciso mandar pra uma autorizada de São José, coisa que vou fazer sábado quando viajar pra Florianópolis. Só que em época de natal é difícil eles consertarem rápido… =/ Coitado do meu filho… Será que vão conseguir ressucitá-lo?

A Carol sugeriu que eu o batizasse Teobaldo. É um hostname legal, não? Eu sempre quis dar um nome pro meu computador… Se ele voltar inteiro e der tudo certo, meu filho vai ser batizado. =)

Por falar em Carol, ela viajou hoje de madrugada. Foi para um fim de mundo lá em Minas e só devo reencontrá-la no ano que vem…

Estou saindo agora pra tocar na formatura dos terceiros anos do Colégio. Dessa vez já estou preparado pro calor da capela. Mas não vou nem na festa da formatura, porque já estou ficando com saudade do poker! =) Vou tentar escrever melhor na próxima, já estou atrasado…

6 comentários sobre “Vício

  1. Opa Tiago!

    Bom meus únicos vícios são internet e tecnologia. Sou viciado mesmo. Nada de poker.

    Tenho a pretensão de adquirir um notebook mas acho que vou comprar outro desktop, dividir o computador com a família é horrível mesmo.

    Mas fique tranquilo… Teobaldo voltará!

    Abraço.

    PS: Cuidado com esse vício em poker, tenho amigos que já perderam até as calças nesse jogo.

  2. Huehauehaheauea…
    O poker ao qual eu me refiro é um freelance (um site sobre poker) que eu preciso acabar até sexta-feira pra embalar nas férias sem preocupações. :-) Se viciar em jogar poker é perigoso mesmo…

    Escrevi o texto assim só pra induzir os visitantes ao erro mesmo… hehehe

    Tomara que Teobaldo realmente volte são e salvo… Valeu pelo pensamento positivo!

    Abraço…

  3. heheh
    ja fui viciada em poker…
    já fui viciada em mtaas coisas, tais como iogurte, sonho de creme, paracetamol..
    mas, atualmente, estou viciada em meu bf :)
    ihasushusahuhau

    melhoras ao teo ;)

  4. Ah, ficar sem computador é terrivel… o meu também resolveu ficar doente nessa época – e o pior é que a maioria das assistencias técnicas não vão fazer nada na hora, só depois do natal… :(

    Quanto ao poker, grande sacanagem a sua, hein? Já estava ficando peocupado.. [É que eu ODEIO jogo de cartas…]

Deixe uma resposta