Arquivo mensais:outubro 2006

Feeds RSS para fotologs

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Não tenho programado absolutamente nada, a não ser nos trabalhos remunerados. Eu vejo a programação como uma arte… Programar é como compôr uma música, pintar, atuar; é preciso haver inspiração. Eu não ando inspirado para programar, mas nesse caso a necessidade me levou a criação de um script que pode ter utilidade para algum leitor perdido…

No ano passado, eu escrevi um script que gerava feeds RSS para fotologs do fotolog.net. O tempo passou, o meu usuário na UNICAMP foi deletado e nessa semana eu voltei a ter a necessidade de acompanhar um fotolog. Então, resolvi reescrever o script, agora com mais funcionalidades:

  • Compatível com Bloglines
  • Tem como descrição o “título” que o usuário coloca no Fotolog.net.
  • É atualizado sempre que há novos comentários nos últimos 6 posts.
  • Você pode comentar de dentro do seu leitor de feeds (ele copia o formulário de comentário pro feed).
  • Ele faz cache de tudo.

Resolvi presentear todo mundo usando o presente que a Dreamhost me deu no mês passado: 200gb de espaço e 2tb de banda tinham que servir pra alguma coisa no meu servidor. Então, ao invés de disponibilizar o código, eu criei uma página PHP que gera o feed que você quiser para você:

http://fotolog.tiagomadeira.net/USUARIO

Para ver um feed em ação no Bloglines, entre no meu diretório de feeds e procure um feed com prefixo “fotolog.com/”.

Depois de acabar de criar o script, ainda lembrei que o IE7 foi lançado nessa semana com suporte a feeds! Então, esse negócio pode ser útil pra bastante gente.

Acompanhe os fotologs dos seus amigos no Bloglines, divulgue aos seus amigos, comente sugerindo melhorias; aproveite enquanto eu ainda estou inspirado pra corrigir os defeitos! =)

Blog pagão

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Estou escrevendo para dizer que não vou mais manter este blog que vai contra os ensinamentos de Deus, agora que o pastor Kevin D. Deene me alertou para o perigoso problema dos blogs.

O pastor Kevin D. Denee, de uma igreja evangélica americana, alertou para o problema dos blogs, diários virtuais que vêm se popularizando ano a ano desde sua criação, e que, segundo ele, “vão contra os ensinamentos cristãos e contra Deus”.

“Blogar se tornou uma prática socialmente aceita – assim como namorar firme muito jovem, beber sendo menor de idade e outros males comportamentais”, escreveu em um artigo no Ambassador Youth, da Reformed Church of God (Igreja Reformada de Deus).

Eu não entendi direito ou o cara falou que escrever é como transar ou beber?

Para Denee, os blogs servem para fazer com que seus autores se sintam parte de um todo, como sua opinião fizesse diferença, mesmo quando são “tolices sem sentido”. “As pessoas agora fazem e dizem coisas que só deveriam ser feitas e ditas em particular, ou, francamente, não deveriam ser ditas ou feitas de jeito algum”, disparou.

Pior ainda são os religiosos que escrevem artigos sobre coisas que não sabem o que é.

Para o pastor, o problema é que “decência e decoro” não são elementos considerados em blogs, e os escritores simplesmente “desabafam sem considerar o conteúdo ou as conseqüências”.

Por exemplo, neste post eu estou desabafando sem antes consultar um advogado pra saber se isso que eu escrevo aqui pode me trazer uma conseqüência (por exemplo, será que a Igreja pode me chamar de herege e me torturar?). Realmente, o problema dos blogs é muito sério!

Mesmo dizendo que nem todos os blogs estão errados, já que muitos são usados para veicular assuntos profissionais e palavras de especialistas, Kevin desconsidera a justificativa de que os blogs sejam utilizados para fins terapêuticos, foco que vem sendo discutido e levado em consideração atualmente por especialistas, conforme noticiou o The Register.

O artigo do pastor se baseia em passagens bíblicas, como é o caso de “Provérbios 17:27-28”, que diz Quem retém as palavras possui o conhecimento, e o sereno de espírito é homem de inteligência. Até o estulto, quando se cala, é tido por sábio, e o que cerra os lábios, por sábio.

Concordo plenamente com o provérbio. Bom… Eu não possuo conhecimento… Mas um cara como você devia reter as palavras para ser tido como sábio, pastor.

O problema do vício em blogs foi atacado também, dizendo que alguns usuários ficam “literalmente viciados” ao ato de blogar, postar e enviar mensagens, a ponto de esquecer outras partes da vida. “Mesmo quando estas pessoas estão longe de seus computadores, elas enviam atualizações pelo celular”.

Nossa! Esse problema de vício é muito sério. Agora eu não sei o que é pior: drogas ou blogs! Será que existe algum B.A. (Blogueiros anônimos?)

O extenso artigo pode ser lido, em inglês, através do atalho snurl.com/yq51. Nele é apresentada a definição de que muitos dos blogs são ofensas à privacidade, demonstrações de vaidade e propagadores de palavras vazias, explicando que para os blogs não existem regras, o que vai contra Deus, já que Este possui regras. “Nem tudo está escrito na Bíblia, nós devemos tomar princípios e aplicá-los ao cenário geral”, comentou

Se escrever um post irônico sobre um pastor evangélico é ir contra Deus, considero-me culpado.


Leiam a notícia do Terra aqui e o artigo em inglês aqui. =)

Defective by Design

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

“If consumers even know there’s a DRM, what it is, and how it works, we’ve already failed” (executivo da Disney)

Hoje é 03 de outubro, Dia contra DRM. Ultimamente ando lendo bastante sobre esse tal Digital Rights Management, mas não escrevi nada a respeito… Acho que é porque eu ainda não caí na real, não acredito que as empresas sejam tão más a ponto de serem capazes de restringir o uso da nossa propriedade dessa maneira!

DRM é um assunto que está rendendo por causa da discussão em cima da GPL 3 entre Linus e Stallman, mas estou sem tempo pra entrar em detalhes e já existem excelentes artigos sobre isso. Só estou escrevendo este rápido post para sugerir que as pessoas que não querem ser monitoradas por empresas e querem poder compartilhar ou fazer backup de seus arquivos ao menos saibam o que é DRM (e, depois de saberem, duvido que a aceitem). Passem a mensagem adiante, principalmente hoje. =) Separei alguns links pra quem está perdido no meio desse texto:

Chorinho para um rei

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 10 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Nunca postei uma música no blog, mesmo isso sendo algo comum para vários blogueiros… Porém, dessa vez queria muito publicar a letra dessa música criada pela Tia Mariinha em homenagem ao Jacob do Bandolim no Festival Nacional do Choro da Bandeirantes em 1977… E resolvi fazer isso por três motivos:

  1. O Jacob é o cara e essa música é muito legal!
  2. Essa letra só existia no blog do Bruno Pinheiro até ontem…
  3. Em homenagem aos participantes do Desafio Salesiano, que [felizmente] foi um sucesso! (e se não tivesse sido, acho que além de eu ter sido xingado e ameaçado de morte, o povo realmente teria me matado! hehehe)

Chega de enrolação, curtam a letra!

Chorinho para um rei

Este chorinho tão chorado e caprichado que eu fiz
Foi dedicado ao Jacob do Bandolim
Que foi um rei e como tal foi coroado
Lá no céu entronizado, seu reinado não tem fim

Naquela sala uma cadeira está vazia,
Mas por Deus eu juraria
que no céu tem outra igual
Onde ele senta nas noites de lua cheia
vem do mar brincar na areia de sua terra natal

Enquanto aqui na terra a noite é de seresta
La no céu também tem festa, ninguém quer que chegue o fim
Até os santos se esquecem das promessas
escutando distraídos o Jacob do Bandolim

Há muita gente que machuca esse instrumento
mas ninguém tira o lamento que ele só soube tirar
O bandolim aconchegado junto ao peito
soava de um certo jeito, parecia até falar
O bandolim aconchegado junto ao peito
soava de um certo jeito, parecia até falar

Quando chegar a minha vez de ir embora,
Pode ser até agora, peço só um favor pra mim:

Quero levar o meu chorinho caprichado
Só pra ouvir interpretado por Jacob do Bandolim.