Xico Xavier (cópia de segurança)

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 11 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Venho percebendo que o Atum está fora do ar, então fiz uma busca no cache do Google para copiar um documento que não poderia ser perdido: as parábolas de Xico Xavier, o maior programador da história. Estavam no wiki do Ribamar, um cara que conheci em Campinas em 2004 e que me apresentou três dos meus softwares preferidos: Slackware, Mutt e LaTeX. Nem pedi autorização dele para copiar essa página, mas espero que ele não se importe… :) Não modifiquei absolutamente nada no texto.

Breve Introdução

O Estudo da filosofia Xiquista foi muito explorado pela humaninade até hoje, porque a programação é um ramo relativamente novo no campus do conhecimento humano (embora ela tenha sempre existido). O que se conhece até hoje são as Parábolas, Frases Cérebres, e Canções Xiquistas. As parábolas são passagens marcantes da Vida de Xico Xavier (por favor, não confundir com Chico Xavier), que devem ser absolvidas como lições por todos que não querem ser culpados depois de não saber programar. Cada Frase Cérebre está associada a uma Parábola (você entederá isso na hora em que começar a ler). Já as Canções Xiquistas são profundamente avançadas e não serão aqui estudadas, a princípio. Não existem ainda literaturas sobre o Xiquismo, tamanho mistério é. Somente é possível obter alguma informação por intermédium dessa página, ou se conhecer algum Xiquista (seguidor do Xiquismo) ou se você possuir uma conexão à rede Mentenet.

1ª Parábola

Xico Xavier foi simplesmente o maior programador da história. Ele foi o maior programador da história porque descobriu o Pascal. E o Pascal ‘ a melhor linguagem de programação contemporânea da situação porque foi descoberta por Xico Xavier.

Xico Xavier descobriu o Pascal tentando provar que o winchester era redondo. No início pensara ele haver chegado ao então ultrapassado Windows. Mas ao reconhecer tamanha evolução, logo percebeu: Descobriu uma nova linguagem de programação.

Xico Xavier foi quem realmente descobriu o Pascal, embora muitos digam que os indígenas já estavam lá. No começo não havia nada. Só BEGIN e END. Xico Xavier pegou o manual (escrito por ele mesmo) e começou a construir as funções. Xico Xavier mostrou ao seu professor sua descoberta. Mas o coordenador do curso DENNIS RITCHIE descobriu que Xico descobriu o Pascal. Dennis obrigou Xico Xavier a mostrar como desenvolveu as funções . Xico a princípio não percebeu a má-fé de Dennis. Após tudo explicado, Dennis ordenou que o Pascal fosse deletado em todas as máquinas e produziu o Basic.

Xico Xavier ressuscitou o Pascal ao terceiro dia com um Undelete. Um(a) aluno(a) do curso viu e foi correndo dedar Xico a Dennis. Não deram direito a Xico se explicar e expulsaram-no. E antes de se ir, pensou:

A sociedade é burra, nua, crua e cruel. Mas o homem que não xifra é fiel. E o homem que não se curva aos Estados Unidos é Fidel.

2ª Parábola

Xico Xavier então foi expulso do curso de Processamento de Dados. Dennis Ritchie também saiu da coordenadoria do curso. É que, a linguagem Basic fez tanto sucesso que Dennis enriqueceu e parou de trabalhar.

Para o lugar Dennis a escola chamou Bill Gatuno. Xico Xavier sabia o perigo disto e se inscreveu para o exame de seleção. Ele passou em primeiro, excedente. Ele sabia muito, mas não sabia o que os elaboradores das questões queriam.

As questões eram mais ou menos assim: 11+10 (na base decimal) é igual a: A) 15 na base 16; B) 10101 na base 2; C) 25 na base 8; D) Pó pará; tá tudo errado.

Mas os candidatos não podiam reclamar. A frase no início da prova era legível:

A interpretação das questões é parte integrante da prova. É proibido vendê-la separadamente.

Felizmente os $ortudo$ que ganharam as vagas, conscientes de que Xico estava ficando de fora, se converteram ao Xiquismo e desistiram.

Xico constatou que o curso estava fraco. Os aluno sabiam tudo de cor. Só de cor. As máquinas estavam com baixo rendimento. Xico Xavier decidiu que a primeira coisa a fazer era mudar de Sistema Operacional. Usando o Basic, a única linguagem encontrada no HD, Xico fez um e o chamou de Linux. Bill Gatuno deixou Xico de recuperação paralela em Pirataria de Software e em Pirataria da Computação e em recuperação serial, Piratéricos. A prova foi unificada. Veja ela:

1) Faça o melhor SO possível, comentado, documentado e explicado sucintamente com detalhes. Diga se ele é o melhor possível e justifique sua resposta. Cite e exemplifique !@&encentos sistemas operacionais, relacione e apresente objetivamente as melhorias. Analise e não se esqueça de calcular o tempo de execução dos sistemas. Tempo: 2 minutos.

A prova era prática. Não houve tempo nem de ligar o computador. Xico então foi obrigado a mostrar o Linux.

Bill Gatuno disse que não gostou do software: Como vai ser bom gastando tão pouca memória?De graça? De graça só software pirata.Código fonte aberto? Ninguém quer saber como foi feito. Mas quando Xico apresentou a interface gráfica, o X-Window, Bill Gatuno deu um pulo e gritou:

Tive uma idéia. Vou fazer um SO com interface gráfica. Vai se chamar Windows. Estou tão feliz! Xico, se você pagar o registros dos softwares pirateados desta máquina, você passou! Windows, Windows, Windows, hã, hã, hã! Então Bill fez o Bug, cheio de Windows, digo o Windows, cheio de bugs; que foi um sucesso de vendas. Todos perceberam o que Xico já dizia:

O Programa depende da Interface assim como a célula depende da Interfase

E Xico sabia mais:

Toda Interface é amigável, Basta que o usuário seja seu amigo

3ª Parábola

Xico Xavier, além de ser o maior programador da Matemática, da Física e da Geografia, foi o maior programador da História.

Pode-se assim considerá-lo por ter sido o mestre do grande filósofo do pensamento Maxista – Alienista Val_Max. O programador leitor já deve provavelmente ter alguma vez usado em seus programas uma constante ou uma variável denominada Val_Max, para armazenar um valor máximo. Talvez o programador não saiba, mas está homenageando o grande filósofo alimão Val_Max.

Val_Max foi quem criou a POO, a programação orientada a objetos, inspirado – por ser Xiquista – nos pensamentos de Xico Xavier, o maior programador de todos os tempos. Val_Max considerou que a luta de classes só terminaria quando fossem criados os objetos. As classes sempre existiram, mas antes da POO, o justiceiro máximo, o todo-poderoso, o Compilador, não reconhecia sua existência.

Val_Max observou que a luta entre classes só se extinguiria após o fim da propriedade privada de atributos. Para acabar com a propriedade privada, Val_Max tece uma grande sacada: todo objeto deveria ter um método CONSTRUTOR. Para construir um objeto público, o Construtor utilizaria toda a matéria-prima feita na privada. Com toda a matéria da privada sendo gasta pelo objeto público, os capitalistas, birrentos do jeito que são, deixariam de fezer suas aplicações nesse local. Como as aplicações de um capitalistas são suas necessidades, não podendo então deixar de fezê-las, eles procurariam um outro lugar para fezê-las, talvez o campo. Se passassem a fezê-las no campo, deixariam de ser Capitalistas para serem Interioristas, e estaria acabada a classe Capitalista.

Aí está a grande geniosidade de Val_Max: sem os Capitalistas, ninguém se apropriaria da privada; ninguém teria tanta necessidade de fazer aplicações; ninguém ficaria tanto tempo na fila do banco para aplicar; e acabaria o sobe-e-desce das bolsas nas mãos das mulheres que ficam nervosas quando estão vendo a cor do déficit e esses locais estão apropriados.

No entanto, os capitalistas deram um golpe. Obrigaram o compilador a aceitar a chave “private” na POO, o que transformou o materialismo-dialético em socialismo-utopléxico, que são as mesmas coisas mas são diferentes. Ainda assim, antes de morrer, Val_Max reascenderia para sempre a discussão proferindo, oh, atravessantemente por todas as veias de cada capitalista, a seguinte frase (inspirado nos pensamentos de Xico Xavier, o maior programador da história):

Programadores de todo o mundo: concatenai-vos

Um comentário sobre “Xico Xavier (cópia de segurança)

Deixe uma resposta