Mercury: The Messenger of the Gods

ATENÇÃO: Este conteúdo foi publicado há 12 anos. Eu talvez nem concorde mais com ele. Se é um post sobre tecnologia, talvez não faça mais sentido. Mantenho neste blog o que escrevo desde os 14 anos por motivos históricos. Leia levando isso em conta.

Continuando com os programas para imigrantes (mas não só pra eles), aí está mais um excelente programa para Linux (e em Windows também funciona!)

Conheci hoje um cliente para a rede do MSN Messenger chamado Mercury. Foi feito em Java, é multi-plataforma e tem todas as funcionalidades do cliente proprietário da Microsoft.

Janela de Conversa no Mercury

O cliente permite que você use winks, emoticons personalizados, mensagens particulares, webcam, “o que você está ouvindo” na mensagem particular, etc e ainda uma série de exclusividades, como a personalização da lista de contatos (usando HTML), mensagem de away, saber quem te excluiu da lista, skins, plugins, aliases (apelidos), conversação em abas e vários outros frufrus.

Lista de Contatos no Mercury

Descobri ele quando meu irmão estava tendo problemas com o aMSN CVS no desktop de casa e fiquei de boca aberta. Como é que eu não conhecia isso antes?

O cara que fez o Mercury o fez de uma maneira bem organizada e, mesmo ele não sendo um software livre, é um excelente programa que merece uma citação aqui no blog. O programa trabalha com vários arquivos XML (pra fazer quase tudo) e suas configurações chegam até a ser chatas de tantas opções que o usuário tem. Por exemplo, ele te dá a opção até de colocar um comando de shell para colocar uma música de outro player (!= Winamp e iTunes) na mensagem particular, e eu fiz pro AmaroK:

#!/bin/bash
# playing.sh | AmaroK, what's playing?
 
resultado=`dcop amarok player nowPlaying`
if [ "$resultado" = "call failed" ]; then
        echo ""
else
        echo $resultado
fi

A instalação do Mercury é super simples (é um arquivo binário, aonde você vai dando “Nexts”) e um “defeito” do programa seria não colocar um ícone no System Tray automaticamente; defeito que corrigi adicionando ao início do arquivo ~/runMercury:

options="-Djava.library.path=/home/usuario/Mercury"

Meu irmão criou uma comunidade no Orkut para o mensageiro.

5 comentários sobre “Mercury: The Messenger of the Gods

  1. ola estou com um problema fiz o script e não consigo fazer o mercury tocar a musica que esta no amarok esta dando muitos erros… não sei como que coloca esse script no mercury se puder me ajudar serei grato

  2. Oi Sérgio!

    Você tem que criar um arquivo, executável, que irá dizer que música está tocando. Crie um arquivo, em qualquer lugar, com o nome “tocando.sh”. Então, cole o conteúdo que eu escrevi no post (naquela parte – amaroK – What’s playing). Você precisa permitir que ele seja executado. Para isso, no terminal, na pasta do arquivo, escreva chmod +x tocando.sh.

    Depois, no amaroK, na opções de configurações gerais (acho que são nas Global Settings), clique em “Advanced View” e lá na opção mais de cima, onde você escolhe nome, mensagem pessoal, etc. vai ter um local para você escolher vários programas de música ou um programa que retorne que música está tocando. Então, marque essa box de um programa que retorne o que está tocando e escreva: /pasta/tocando.sh (onde pasta é o caminho para o arquivo).

    E então, estará tudo funcionando!

    Tente fazer e qualquer coisa retorne o comentário… :)

    Um abraço,
    Tiago.

  3. olha fazer esse script não foi tão dificil troquei esse script por uma linha no proprio mercury
    dcop amarok player nowPlaying e uma linha do seu script tambem eu vi issu lá no wiki do mercury… mas valeu pela dica… estou ficando mais contente com meu mercury… outra pergunta estava navegando na net e achei uns arquivos para o mercury uns com extenções .mm como faço para instalar ele para ficar com as skins diferentes…?

  4. Bom… Era o que eu tinha pensado em fazer no início, mas eu não estou sempre com o amaroK ligado, então pensei que às vezes pode aparecer para meus contatos como a música que estou ouvindo “call failed”. Você não teve este problema?

    Sobre esses skins, não sei como é não… Sugiro que você dê uma olhada na organização da pasta /resources/AppData/Skins.

  5. Pingback: bmw repair diy

Deixe uma resposta